DIA MUNDIAL DO ROCK: DADO VILLA-LOBOS E ERASMO CARLOS

e

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

O Retorno do blog Ver-o-Pop e o DJ Cremoso para curtir no fim de semana!!!

O blog Ver-o-Pop está de volta e cheio de novidades. Este retorno será muito ESPECIAL!!! A volta dos que não foram, ou melhor, foi e vai voltar de uma maneira bem MELHOR!!! UM ÓTIMO FIM DE SEMANA PARA TODOS!!


CREMOSO

Publicado em Sem categoria | Com a tag , , , | Deixar um comentário

GANG DO ELETRO – PRÊMIO MULTISHOW 2013

1278043_668820843129770_1479625815_o

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Publicado em MOMENTO ESPECIAL | Com a tag , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Conexão Rio – “Juntos Somos Música” – CIRCO VOADOR

festival-conexc3a3o-rio

O Conexão Rio chega ao fim desta primeira edição com um grande festival nos dias 15, 16 e 17 de agosto no Circo Voador. Serão mais de 30 artistas brasileiros em shows que promovem encontros singulares entre músicos de vários Estados e gerações. 

 

 

 

Abaixo, segue a programação completa:

conexão1


CONEXÃO RIO NO CIRCO VOADOR – Palco Conexão e Palco Rio

Classificação: 18 anos

 

PROGRAMAÇÃO COMPLETA – 15 a 17 de agosto – ABERTURA DE PORTÕES ÀS 20H

 

Dia 15 de agosto

PALCO RIO

Momo (RJ)

Projeto Secreto Macacos (PA) convida Maestro Fera Groove (PA)

 

PALCO CONEXÃO

Som Imaginário (MG+RJ)

Transmissor (MG) convida Maglore (BA)

Carlos Malta & Pife Muderno (RJ) convidam Lenine (PE)

Palco Conexão

Ilê Aiyê (BA) convida BNegão (RJ)

Tulipa Ruiz (SP)

Festa: Morro Eletrônico e Vinil é Arte (RJ) convidam Quarteirão Eletrônico (MG)

 

Dia 16 de agosto

PALCO RIO

Zefirina Bomba (PB)

Strobo convida Luê (PA)

Pélico (SP)

Peu Meurray convida Davi Moraes (BA)

 

PALCO CONEXÃO

Fernanda Takai convida Roberta Campos (MG)

Otto (PE)

Orquestra Voadora (RJ)

Festa: Ser chique é ter Sotaque Carregado (RJ) convida Baile Esquema Novo (BA)

 

Dia 17 de agosto

PALCO RIO

Red Felps convida Aurelio Penna (MG)

Duelo de MC´s Nacional – Eliminatória RJ

 

PALCO CONEXÃO

Graveola e O lixo Polifônico (MG) convida Thiago Amud (RJ)

Leo Gandelman Quinteto convida Serginho Trombone e Maíra Freitas (RJ)

Dona Onete (PA) convida China (PE)

Marcelo Jeneci (SP)

João Brasil (RJ)

Festa: Santo Forte (SP) convida Sexta Básica (BH)

 

Publicado em MOMENTO ESPECIAL | Com a tag , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

EDIÇÃO MAIS DO QUE ESPECIAL: STROBO NO TERRUÁ PARÁ

 

Strobo-Foto_Thiago-Araújo Foto: Thiago Araújo

Publicado em MOMENTO ESPECIAL | Com a tag , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Modelos de camisas e bolsas para o Círio 2013

maria1

Picture 1 of 42

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Arthur Nogueira surpreende no OI Futuro Ipanema

arthurO cantor e compositor paraense Arthur Nogueira mostrou para os cariocas na sexta-feira passada e no sábado, respectivamente 19 e 20 de julho, no teatro OI Futuro de Ipanema, o quanto a música paraense vai além do tecnobrega e não desmerecendo qualquer estilo musical. Cantando canções próprias, ou com letras de vários poetas renomados nacionalmente como: Antônio Cícero e Wally Salomão, Arthur encantou a todas as pessoas que se deslocaram para Ipanema, e não se incomodaram com o vento frio que fazia.

A satisfação de quem assistia, ou do dos músicos da banda, representava uma interatividade emocionante. Durante uma hora e poucos minutos, todos ficaram impressionados com a performance e da poesia, que era cantada pelas músicas executadas por Arthur Nogueira e companhia. Agora, ficou a promessa de um possível retorno. Vamos esperar.

Publicado em MOMENTO ESPECIAL | Com a tag , , , , , , , , | Deixar um comentário

Arthur Nogueira neste final de semana no Rio de Janeiro


oiarthur

Publicado em MOMENTO ESPECIAL | Com a tag , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Entrevista Especial: Marcel Barretto

marcel1Marcel Barretto é um dos grandes nomes de excelentes novos, e que estão engrandecendo da melhor maneira possível a cena da Música Pop Paraense. Nesta Entrevista Especial, ele conta um pouco da trajetória e também sobre os projetos futuros. Incluindo a gravação do primeiro CD, com a produção luxuosa de Carlos Eduardo Miranda. Enjoy it.

Quais foram os teus primeiros discos de música? E quais deles foram os que mais te influenciaram para ser músico?

Os primeiros discos que eu ouvi foram os  LPs do Gilberto Gil , O Terço e logo depois vieram os CDs do Michael Jackson e trilhas de filmes. Ganhei da minha mãe o CD “BRAZZONIA”, do MG Calibre, que foi um álbum que me influenciou diretamente na minha decisão de ser músico.

Quais e como foram as tuas primeiras experiências como músico? 

Foi brincadeira de garotada, tocando três acordes, fugindo de pestanas pra divertir a marcel2galera, mas a gente vai pegando gosto pela coisa e já viu. Comecei com banda de colégio com amigos e depois fui pra noite. Como músico mesmo foi muito cedo tocando covers nas noites paraenses e se virando nos 30. Foi uma experiência maravilhosa. Tudo é maravilhoso quando se encaixa no contexto da vida ! Hoje em dia, não curto fazer cover.

Depois desta fase, como foram as experiências mais sérias como músico?

As mais sérias foram com o  Casarão Cultural, capitaneado pelo Léo Chermont, atual Strobo. Também toquei com a banda Sevilha , Juca Culatra, com o meu ídolo MG Calibre entre outros vários artistas, já entrando em um contexto de música autoral e tal. Foi uma época muito boa pra aprender a lidar com amigos, personalidade de músicos, um mix de amor, stress, vontade, força, carregar amplificador, ganhar nada, se ajudar, e tudo mais … Era um grupo de amigos músicos se ajudando. Logo depois, assumi as guitarras do primeiro CD do Culatra que me ajudou muito a ter noção de música autoral no meu País. Mas a melhor fase de todas foi ter perdido o medo de fazer o meu som e recomeçar.

marcel3Como você analisa a cena da música autoral paraense?

Muito simples, em dois grupos: tem uma galera SENSACIONAL, fazendo um som de verdade de vários estilos e com muita qualidade, não importa se é rock, samba, se canta inglês, se se veste que nem uma árvore de Natal. Enfim, uma galera “TRUE” (de verdade), nem precisa pontuar porque o coração do expectador sabe quando está vendo e ouvindo algo REAL! Se virando batalhando nesse sistema palha que vive o artista do nosso estado e País pedindo esmola pra gravar, pra tocar a carreira autoral e tal. E tem um pequeno grupo fazendo música de mentira, travestindo o próprio estilo em um ritmo que se pasteurizou como Paraense pra tentar a sorte nessa onda que ta rolando de “música paraense”. Tem muita gente que faz isso bem e verdadeiramente, mas a galera que está vindo na cola: “Pel’amordeDeus”, que desespero hein galera !? O artista antes de jogar o som na roda tem que ter certeza que AMA o que esta fazendo e que isso vai levar informação e verdadeira pra quem ouve. Mas fica uma dica: quem vai na onda, não pode esquecer que ela quebra ! E você fica perdido no mar calmo esperando a próxima onda, ao invés de acreditar em si e bater os braços pra sair do lugar.

Quais são os teus projetos atuais?

Agora, nesse exato momento, estou ajudando meu amigo Dan Bordallo, que está na produção da releitura do CD “Dança de Tudo”, do compositor Nilson Chaves. Procuro acompanhar a cantora Marisa Brito. Tenho músicas que faço para curtas como: a websérie “A Solteirona”, que vamos voltar a trabalhar. E estou trabalhando com o Ulysses Moreira na mix de um CD que vou lançar pelo selo paraense NÁ MUSIC, que envolve um monte de gente. O nome do projeto é “Piranônima Polidéia”, onde peguei letras interessantes de pessoas interessantes e fiz música com elas! É um trabalho complemente de todos, vai ser liberado na internet para todo mundo ouvir. E estou na correria para gravar meu primeiro CD, com letra e música de Marcel Barretto. Vai contar com a produção de Carlos Eduardo Miranda, que entrou em contato comigo e estamos tendo uma relação muito boa, já começamos a trabalhar. Estou ouvindo bastante referências musicais, que ele sempre manda pra esculpir e dar direção ao tipo de música que eu faço! E com certeza, já fez muita diferença na minha musicalidade. O Piranônima Polidéia será um “CDzão” muito dinâmico e simples! lanço esse CD pelo selo NÁ MUSIC, no segundo semestre e ano que vem se tudo der certo. Sai o primeiro CD, 100% do Marcel Barretto.

 

Publicado em Entrevista Especial, Entrevista Exclusiva, MOMENTO ESPECIAL | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Retorno triunfante de Ícaro Suzuki aos palcos – Carcaça de Playboy – Tributo a Jimi Hendrix – Black Soul Samba

carcaça de playboy 2Black Soul Samba faz tributo especial Jimi Hendrix nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira (17) o projeto “Black Soul Samba de Verão” continua, dessa vez com um tributo especial ao maior guitarrista de todos os tempos: Jimi Hendrix, que contará com a estreia da banda “Carcaça de Playboy” no palco do bar Palafita . A festa começa às 18h e tem entrada franca até às 20h e a banda se apresenta às 23h30. Os ingressos custam 15 reais e 8 reais para estudantes.

A noite será cheia de sons roqueiros, mas sem esquecer da diversidade que marca a identidade do coletivo de DJ’s Black Soul Samba formado por formado Uirá Seidl, Kauê Almeida, Fernando Wanzeller e Eddie Pereira, que tocarão as origens de Jimi Hendrix, do blues do Delta do Mississippi ao rock seminal de Little Richard e Chuck Berry. Além de muito blues e soul, de nomes como Muddy Watters e B.B King.

O tributo a Jimi Hendrix marca, além do dia mundial do rock comemorado no dia 13 deícaro julho, a estreia da banda “Carcaça de Playboy” com três grandes músicos da cena paraense: Daniel Dú Blues (guitarra e vocal), Beto Brasil (bateria) e Ícaro Suzuki (baixo). Esta apresentação também marca a volta de Ícaro, baixista da banda Madame Saatan aos palcos depois da difícil recuperação de um atropelamento, que o músico sofreu em outubro do ano passado.

Nos anos 90 os três músicos já haviam tocado juntos, e agora resolveram se reunir novamente para tirar um som com muito rock and roll e blues. Além de releituras de clássicos do rock, como Jimi Hendrix. O show contará com as participações especiais do músico Bala das bandas Stress e Zona Rural, do músico Markinho do grupo Markinho e Banda, de Edu Souza da banda Mitra e da cantora Luana Almeida.

O repertório terá músicas autorais, releituras dos maiores sucessos de Jimi Hendrix e músicas interpretadas por ele. Além de rocks para homenagear o dia mundial do estilo como a canção “Marginal” de Cazuza, alguns blues do Barão Vermelho e “Estado violência” dos Titãs.

Segundo Beto Brasil que já tocou em mais de trinta bandas durante sua carreira, diz que a experiência de lançar uma banda como a “Carcaça de Playboy” é um sentimento diferente de todos que já viveu. “Se trata de um novo amor, uma nova paixão, aquela que eu tava procurando a tanto tempo e agora finalmente encontrei”, diz o músico.

Para ele a grande diferença de formar uma banda hoje é que no cenário atual as bandas estão mais preocupadas em gravar, em levar a sério o trabalho de músico, apesar de ainda ser uma cena um pouco desunida. E sobre tocar Jimi Hendrix ele fala que é uma felicidade. “Hendrix fazia uma espécie de free rock, os músicos que tocavam com ele eram soltos para criar e deixar a música fluir”, afirma Beto.

“Ele reinventou a maneira de tocar guitarra minha relação com a música de Hendrix é a de qualquer guitarrista que toque blues, de inspiração e admiração. Nesse show vou procurar só não quebrar e tocar fogo na guitarra, mas de resto podem esperar muita loucura”, diz Daniel Dú Blues que adianta que brevemente a banda “Carcaça de Playboy” lançará seu primeiro EP com três músicas inéditas.

 

Hey Joe

jimi hendrix2Hendrix revolucionou o desenvolvimento da amplificação e dos efeitos com a guitarra moderna. Durante os primeiros meses da sua turnê inicial ele usou amplificadores Vox e Fender, mas descobriu que eles não podiam aguentar a potência de um show como o dele.

Então descobriu o alcance dos amplificadores de guitarra de alta potência fabricados pelo engenheiro de áudio inglês Jim Marshall e eles se mostraram perfeitos para as necessidades de Jimi, que foi crucial na popularização da marca “Marshall”. Ele procurava constantemente novos efeitos de guitarra e foi um dos primeiros guitarristas a testar as totais possibilidades do pedal wah-wah.

Em 1967 o músico foi uma das atrações principais no Festival Pop de Monterey. E dois anos depois do icônico Festival de Woodstock. Foi influenciado por artistas de blues como T-Bone Walker, B.B King, Muddy Waters, Albert King e Elmore James.

Ainda em 67, o grupo, formado por Hendrix na guitarra e vocal, Noel Redding no baixo,eventualmente guitarra e vocais base, e Mitch Mitchell, na bateria, percussão e backing vocals lança seu primeiro álbum, o “Are You Experienced” que era uma mistura de rock, blues e psicodelia. Jimi Hendrix influenciou nomes como Gary Clark Jr., Lenny Kravitz, Jack White, Dinosaur jr., Wolfmother, Celso Blues Boys e Blues Etilicos.

Serviço: Nesta quarta-feira (17) o projeto “Black Soul Samba de Verão” continua, dessa vez com um tributo especial ao maior guitarrista de todos os tempos: Jimi Hendrix, que contará com a estreia da banda “Carcaça de Playboy” no palco do bar Palafita. Além dos DJ’s Black Soul Samba. A festa começa às 18h e tem entrada franca até às 20h e a banda se apresenta às 23h30. Os ingressos custam 15 reais e 8 reais para estudantes.

 

Contatos:  (91) 8347-1698 e (91) 8291-6992

Outras informações e promoção de cortesias: www.facebook.com/BlackSoulSamba

Publicado em MOMENTO ESPECIAL | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário